FIT

Treinamento de força para corredores, 5 aspectos práticos – Treino Mestre

A popularização da corrida nos últimos anos abriu espaço para certos questionamentos e um deles, era o da alta incidência de lesões nos praticantes de longo prazo.

Para combater isso, hoje todos sabemos que é necessário que tenhamos um melhor aproveitamento do treino de força, um aspecto fundamental não apenas para a melhora do desempenho, como também, de prevenção de lesões.

Mas ao contrário do que muitos pensam, não precisamos apenas treinar coxas e panturrilhas, ou pior, ter um treino como o de qualquer outra pessoa, quando estamos correndo.

O treino de força para corredores precisa ser específico, com determinados tipos de treino, sempre adequados a periodização e ao nível de treinamento de cada pessoa.

Neste sentido,  do treinamento de força para corredores, para que fique mais claro e fácil entender quais são as suas reais necessidades!

5 aspectos práticos do treino de força para corredores

Índice – Informações que você encontrará nesse artigo:

1. Treinamento de força não é só musculação

Este é talvez um dos erros mais comuns. Ouço muitos corredores falando que não conseguem fazer o treino de força, pois não podem ir para a academia.

Os treinos calistênicos, por exemplo, que usam como resistência o peso corporal, podem ser muito efetivos para determinados objetivos. Além disso, temos outros treinos que são muito interessantes para a melhora da força.

O treino em ladeira, por exemplo, promove uma melhora considerável da força específica da corrida. É lógico que para isso, precisamos de um treino específico, que tenha como objetivo a melhora da força.

Por exemplo, se você quer aumentar a resistência muscular localizada, pode subir a ladeira correndo em uma velocidade moderada a baixa e descer andando ou correndo.

5. Foque no que é importante

Aqui é algo bastante complexo. Se você quer melhorar seu desempenho na corrida, precisa de foco para isso.

O treinamento de força para corredores, geralmente é feito com enfoque na melhora do desempenho e na redução das chances de lesão.

Desta forma, outros objetivos, como a hipertrofia, por exemplo, acabam sendo secundários neste tipo de treino.

Não que você tenha que deixar de pensar nesta meta, mas tem que saber que se você pensa em aumentar o desempenho de sua corrida, acaba tendo que focar neste objetivo e deixando os demais de lado.

Por isso, no treinamento de força para corredores, é muito importante que você tenha clareza do que de fato é importante para você!

Dentro de uma periodização para corredores, é muito importante que o treinamento de força seja muito bem pensado e planejado.

Sem ele, ficará difícil obter melhoras de desempenho e você terá muito mais chances de se machucar. O custo benefício do treino de força para corredores é excelente e pode te trazer grandes benefícios! Bons treinos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *