Polichinelo – Para que serve? Quais os benefícios? Como fazer esse exercício?

O polichinelo é um exercício bastante comum, inclusive, nas aulas de educação física da escola e nos treinamentos militares. A escolha por ele não é em vão, além de ajudar na queima de calorias, podendo chegar a 100, ao se realizarem 500 polichinelos, o movimento trabalha a resistência muscular de pernas e braços, bem como a resistência cardiovascular.

Quando fazer polichinelo?

Embora o polichinelo possa ser feito em qualquer momento, ele é bastante usado nos aquecimentos, uma vez que a sobrecarga apenas com o peso corporal que oferece é um estímulo para treinos melhor realizados. Além disso, o exercício aquece e alonga os músculos, o que é essencial para começar um treinamento físico.

Já que ajuda na queima de calorias, esse exercício, com os demais movimentos aeróbios, pode ser intercalado com os de resistência muscular para treinos completos de perda de peso e ganho de massa magra. No entanto, pessoas com problemas articulares ou sobrepeso devem ter cuidado redobrado ao executá-lo e mesmo evitá-lo em alguns casos.

Benefícios do polichinelo

Além de ser um exercício simples de fazer, não exige o uso de equipamentos, o que permite que possa ser executado a qualquer momento e em qualquer lugar. Outro benefício está no fato de trabalhar o corpo como um todo, inclusive, braços e pernas, bem como de proporcionar saltos pequenos, muito bons para o condicionamento físico.

O polichinelo também possui a vantagem de exigir, mesmo que em pequeno grau, coordenação motora, assim, também colabora com o seu desenvolvimento. Como já foi dito, faz bem para o coração e aos vasos sanguíneos, colaborando com a resistência cardiovascular, sendo que, assim como os demais exercícios aeróbicos, trabalha os músculos do coração.

Já que se trata, portanto, de um exercício aeróbico, assim como caminhadas, corridas, subir e descer escadas, pular corda e dançar é muito eficiente na queima de calorias. Porém, para perder peso com esses movimentos é preciso contar com uma alimentação balanceada.

Como fazer polichinelo

O exercício pode ser feito em qualquer lugar, a qualquer hora e por qualquer pessoa. Para tanto, basta estar em uma superfície plana. Para fazer o polichinelo, portanto, em primeiro lugar, a pessoa deve manter-se na posição ereta, com as pernas fechadas completamente e as mãos estendidas ao longo do corpo.polichinelo-exercícios

Depois, é preciso saltar no mesmo lugar, de modo que ao abrir as pernas depois do salto os braços acompanhem o movimento, elevando-se acima da cabeça onde as palmas devem se encostar uma na outra.

Logo após, quando as pernas voltam a se encontrar depois de um pequeno salto, os braços também voltam à posição inicial. O movimento pode ser feito de maneira rápida, desde que os braços e pernas estejam sincronizados.

Como incluir o polichinelo nos treinos

As repetições de polichinelo que devem ser feitas depende de cada treino. Embora seja um exercício que possa ser feito sozinho, os treinos tornam-se mais eficientes quando neles são incluídos diferentes movimentos. Desse modo, é trabalhado o maior número possível de partes do corpo.

De qualquer forma, é de extrema importância ter em mente que, quando se inicia um treinamento, é preciso começar com poucas repetições e com movimentos menos intensos. Isso é ainda mais necessário às pessoas sedentárias que estão começando a exercitar-se, já que, se não houver o cuidado correto, pode haver lesões.

Com isso, à medida que o treino evoluir, é possível aumentar as repetições do polichinelo, sendo que ele deve ser feito com os demais exercícios. Na mesma proporção, pode-se aumentar a velocidade do exercício, que, no início, deve ser executado de maneira mais lenta.

Cuidados ao fazer essa prática

É imperativo não ir além das possibilidades do corpo, sem forçá-lo de modo desnecessário. E mais, ao fazer o treino não se esqueça de estar usando roupas leves e de se manter hidratado, bebendo água. Ainda, uma alimentação equilibrada e saudável é essencial para alcançar resultados mais rápidos de perda de peso e mesmo de ganho de massa magra.

Já quem se exercita em ambientes abertos não pode se esquecer de proteger-se do sol, usando protetor solar na pele, óculos escuros e boné. Também é fundamental evitar a exposição solar entre as 10h e às 14h, quando os raios solares estão mais intensos.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (5 votes, average: 3,40 out of 5)
Loading...

One Response

  1. MAURO REZENDE

Leave a Reply