Cirurgia Bariátrica – Quem pode fazer? Condições para pedir no SUS

A cirurgia bariátrica é um procedimento criado com o objetivo de reduzir o peso de pessoas que estão severamente obesas e não conseguiram emagrecer pelos processos tradicionais de dieta e exercícios físicos. Esse método também é uma alternativa bastante interessante a pacientes obesos com algum problema grave de saúde relacionado à saúde, como é o caso da diabetes tipo 2.

Esse tipo de cirurgia reduz o tamanho do estômago, seja pela remoção de uma parte durante o procedimento, ou pela restrição do seu tamanho com algum artifício mecânico. Com o estômago menor, é normal que se coma menos, proporcionado no decorrer do tempo a perda de peso. Existem alguns tipos de cirurgia bariátrica que restringem a absorção de alimentos pelo organismo, o que também auxilia na redução da massa corporal até atingir o peso ideal – descubra o seu. 

Os melhores resultados são apresentados em pessoas que fizeram a cirurgia bariátrica e tiveram um forte cuidado após o procedimento, com uma dieta equilibrada e saudável e a prática de atividades físicas regulares. É recomendado também que se mantenha níveis elevados de proteína, para que a perda seja de massa gorda, com menor redução da massa muscular.

imc para cirurgia bariatrica

Para quem é indicada

Como já mencionamos, a cirurgia é bariátrica é indicada para pessoas que já passaram por outros tratamentos e não tiveram resultados satisfatórios, prosseguindo muito obesas, o que pode trazer diversos problemas de saúde.

Geralmente, essa cirurgia é realizada em pessoas de 16 a 65 anos que possuam IMC (Índice de Massa Corporal) maior que 40 kg/m2 e não tenham alcançado uma perda de peso significativa mesmo com acompanhamento médico e nutricional comprovados. No caso de indivíduos com IMC menor que 40 kg/m2, é preciso que haja também doenças em estágios mais graves, como diabetes descontrolada, hipertensão arterial, gordura no fígado e colesterol alto. Veja como calcular o IMC. 

Além disso, os candidatos devem ser obesos há pelo menos dois anos, não podem ser dependentes de drogas nem sofrer retardamento mental nem psicose orgânica sem tratamento.

Pessoas que não estão enquadradas como obesas severas com IMC acima de 40 kg/m2  só podem fazer se a obesidade estiver atrelada a alguma doença grave que pode colocá-la em risco. Caso contrário, é proibido, pois pode levar a outras complicações de saúde e até à morte, já que a cirurgia bariátrica é cercada de riscos como os vistos acima.

cirurgia bariatrica

Riscos do procedimento

A cirurgia bariátrica não é um tratamento sem riscos, pelo contrário. Há algumas complicações que podem ocorrer durante o procedimento e também após a cirurgia. No primeiro caso, pode ser que o paciente seja acometido por uma embolia pulmonar, que é quando um vaso sanguíneo do pulmão é entupido, causando dificuldade de respirar e dor intensa. Pode ser também que ocorra sangramento no local onde está sendo realizada a cirurgia. Podem aparecer fístulas, que são pequenas bolsas que se formam nos pontos da parte interna da operação.

Além disso, o paciente pode ter diarreia, vômitos e apresentar fezes com sangue. Porém, vale ressaltar, que todos esses problemas normalmente são resolvidos de forma rápida pela equipe médica. Em alguns casos é necessária uma nova cirurgia para a correção do problema.

Após o procedimento, é possível que a pessoa apresente algumas deficiências nutricionais, que podem gerar anemia, deficiência de cálcio, ácido fólico e vitaminas do complexo B, podendo levar a desnutrição em casos mais graves.

Pode ocorrer também de o indivíduo querer comer demais e passar mal após se empanturrar de alimentos. É fundamental que o indivíduo que é submetido a esse tipo de procedimento siga as orientações médicas e tenha uma dieta saudável, complementando com exercícios físicos, para que os resultados sejam prolongados e a pessoa não corra o risco de recuperar todo o peso novamente.

Como solicitar no SUS

Outro risco que pode acometer uma pessoa é quando ela não se encaixa no perfil autorizado a passar por uma cirurgia bariátrica e, mesmo assim, ela insiste em ser submetida a todo esse processo sem respeitar as normas médicas.

No caso de quem solicita pelo Sistema Único de Saúde só são autorizadas aquelas que consigam provar mediante consulta médica a necessidade para tal: se houver risco cardíaco ou de morte se não houver o tratamento imediato e para aqueles que não conseguiram emagrecer de outras formas.

Tipos de cirurgia bariátrica

tipos de cirurgia bariatrica

  • Banda gástrica ajustável: dispositivo de silicone é posto ao redor do estômago, diminuindo a fome e limitando o consumo de alimentos;
  • Bypass gástrico: é criada uma bolsa fora da parte superior do estômago, que se conecta com o jejuno, uma parte do intestino. Assim, o alimento contorna parte do estômago e do duodeno;
  • Desvio biliopancreático: é retirada uma grande parte do estômago. O restante do duodeno é ligado à parte inferior do intestino delgado, tudo para diminuir a ingestão de alimentos;
  • Sleeve: nesse método é retirado cerca de 80% do estômago, para diminuir a vontade de comer.

Antes de fazer uma bariátrica, portanto,  é preciso fazer uma avaliação médica intensa e acompanhamento para ter certeza de que os riscos do procedimento compensam os benefícios do mesmo.

Referências usadas neste conteúdo

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA. A complexidade da obesidade e o processo de viver após a cirurgia bariátrica: questão de saúde coletiva. Disponível <https://www.scielosp.org/scielo.php?pid=S1413-81232011001300025&script=sci_arttext&tlng=en>

EXAME. Em apenas 5 anos a cirurgia bariátrica cresce mais de 46% no Brasil. Disponível em <https://exame.abril.com.br/negocios/dino/em-apenas-5-anos-a-cirurgia-bariatrica-cresce-mais-de-46-no-brasil/>

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Fatos que você precisa saber sobre a cirurgia bariátrica no SUS. Disponível em <http://www.blog.saude.gov.br/entenda-o-sus/50927-cinco-fatos-que-voce-precisa-saber-sobre-a-cirurgia-bariatrica-no-sushtml.html>

 


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply