Chá de hibisco – 10 benefícios para a saúde, para que serve e como tomar

O hibisco, flor símbolo do Havaí, já encanta por sua beleza. Entretanto, é no chá a forma em que é mais apreciado, sobretudo por suas propriedades medicinais com uma promessa e tanto: a de emagrecer e ajudar na prevenção do câncer.

E olha que essas não são as únicas propriedades já confirmadas por pesquisas do chá de hibisco, que aliás, caiu de vez no gosto do povo. Ao menos é o que indicam relatos de lojas de produtos naturais como a Natue, que entre 2017 e 2018 relatou um aumento de 30% nas vendas da erva Hibiscus Sabdariffa – a popular vinagreira.

O chá de hibisco é uma das formas mais conhecidas de se beneficiar das propriedades dessa erva medicinal, apesar de que ela também pode ser usada em forma de suco, cápsulas, sopas ou na vaporização.

Para que serve Chá de Hibisco


propriedades do chá de hibiscoO Chá de hibisco tem um uso secular, sobretudo devido suas propriedades termogênicas naturais. No Irã, por exemplo, ele é uma planta tradicional para o controle da temperatura corporal, sendo que as flores in natura, são usadas para prevenir a insônia.

O uso mais popular da atualidade, entretanto, é para finalidades de emagrecimento e perda de peso – uma vez que a função termogênica ajuda na queima de gorduras localizadas, acelera o metabolismo e o efeito diurético ainda complementa a eficácia ajudando na eliminação de toxinas.

Em resumo, o chá de hibisco serve para:

  • Queimar gordura corporal;
  • Regular a temperatura do corpo;
  • Acelerar o metabolismo;
  • Baixar a pressão arterial;
  • Proteger os rins de doenças;
  • Auxiliar no tratamento da pedras nos rins;
  • Regular o intestino, facilitando a evacuação;
  • Controlar os níveis de colesterol;
  • Fortalecer o sistema imunológico;
  • Auxiliar no equilíbrio hormonal;
  • Proteger as funções do fígado;
  • Reduzir o inchaço corporal;
  • Prevenir a retenção de líquidos;
  • Auxiliar no tratamento da insônia, dando uma sensação de sonolência.

10 benefícios do chá de hibisco para a saúde


Para entender melhor quais são os benefícios do chá de hibisco confira abaixo quais são as principais propriedades desse chá e o que as pesquisas dizem sobre esses efeitos que se constituem como os principais.

1.  Emagrecimento

O hibisco começou a estrelar cada vez mais em programas de tratamento natural para perder peso naturalmente. Afinal, pesquisas como a publicada no Journal of Ethnopharmacology comprovam o efeito emagrecedor da planta com estudos laboratoriais em ratos obesos.

Segundo os estudos tal ocorre por conta da capacidade de ação em vários segmentos no organismo, entre eles:

  • Dificulta a síntese de novas células de gordura, evitando um maior consumo calórico durante o dia;
  • Inibe enzimas pancreáticas, ajudando assim a evitar o acúmulo de gorduras;
  • Possui propriedades termogênicas que aceleram o metabolismo e aumentam o gasto calórico, facilitando assim a perda de peso e ganho de resultados na prática de exercícios físicos;
  • Suas fibras reduzem a glicemia no sangue, dando uma sensação de saciedade por mais tempo e dificultando o acúmulo de gordura.

Outra pesquisa, dessa vez realizada por cientistas da Universidade de Taiwan, provaram que as propriedades do hibisco ajudam a tratar a obesidade e reduzir o índice de massa corporal (IMC) tanto quanto remédios farmacêuticos, a exemplo da Sibutramina. 

A pesquisa fez com que participantes usassem chá de hibisco e extrato de hibisco durante 12 semanas. Ao final do período, as medidas foram novamente reavaliadas e a maioria dos entrevistados obtiveram redução do peso corporal, redução do percentual de gordura e de circunferência abdominal (redução de gordura localizada) sem desempenhar outras atividades emagrecedoras durante a fase de avaliação.

>> VEJA AQUI COMO TOMAR CHÁ DE HIBISCO PARA EMAGRECER <<

2. Reduz o nível de glicose no sangue

Outra propriedade devidamente comprovada do chá de hibisco é que ele ajuda a reduzir os níveis de glicose no sangue, o que é ideal para diabéticos que, geralmente precisam de injeções e remédios para induzir esse efeito.

Além disso, estudos publicados na revista Food And Function também comprovaram que os polifenóis presentes na flor de hibisco ajudam no controle do apetite e na melhora da resistência à insulina -dois efeitos fundamentais para o tratamento da diabetes.

Devido à esses benefícios, o chá de hibisco acaba sendo muito indicado por médicos como um tratamento natural coadjuvante para quem sofre da síndrome metabólica, uma condição que afeta 20% da população e é caracterizada pela hipertensão, altos níveis de colesterol e sobrepeso.

3. Reduz os níveis de colesterol e previne doenças cardiovasculares

Tal como demonstra pesquisas da Universidade do Rio Grande do Sul, um dos usos recomendados do chá de hibisco é o de controle do nível de lipídios no sangue, uma vez que ajuda a diminuir os níveis de colesterol e triglicerídeos.

Ambas as taxas, quando altas, são fatores de riscos para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares tais como o infarto, aterosclerose e acidente vascular cerebral. Sendo assim, o uso regular do chá é fator de prevenção para doenças cardiovasculares.

Além disso, estudos realizados pela Universidade da Pensilvânia apontam que o hibisco pode aumentar a dilatação dos vasos sanguíneos, o que e ideal para quem tem altas taxas de lipídios no sangue.

>> Saiba aqui se o seu nível de colesterol está adequado e como fazer para controlá-lo <<

4. Contraceptivo natural

O chá de hibisco é sugerido até como contraceptivo, uma vez que o seu consumo pode alterar os níveis de estrogênio, hormônio feminino liberado na primeira fase da ovulação responsável pela preparação do útero para reprodução, entre outras funções no organismo.

Embora ainda não haja estudos aprofundados sobre o assunto há profissionais que alertam que consumir este chá pode levar a possível dificuldade para mulheres que desejam engravidar.

5. Diurético

Mediante estudo sobre as propriedades do Hibisco mostram que uma dos efeitos principais do chá é o diurético, o que ocorre pela ação do composto H. sabdariffa presente na planta que controla a retenção de sódio e potássio eliminados pelos rins.

Desse modo, o uso de chá de hibisco ajuda a controlar a retenção de toxinas no organismo, ajudando assim a tratar a retenção de líquidos e prevenir doenças nos rins e fígado.

>> VEJA: 15 receitas de suco detox para desinchar de uma vez por todas!! <<

6. Regula o intestino

O chá de hibisco tem um leve efeito laxante, o que se dá pela concentração de fibras na flor. Sendo assim, quando chega no estômago ele forma uma espécie de gel que irá envolver o bolo fecal e facilitar o seu caminho até a evacuação.

Para ter um efeito laxativo ainda melhor recomenda-se a ingestão do chá ainda em jejum, preferencialmente pela manhã.

7. Previne o câncer

Pesquisadores de itajaí descobriram que há uma espécie de hibisco que ajuda a inibir o câncer de cólon por meio de estudos laboratoriais com ratos. Um dos conjuntos de animais foi submetido a uma dieta convencional, sem inclusão de nenhum chá. Outro, em contrapartida, teve o extrato de hibiscus incluso no cardápio.

A professora responsável pela pesquisa destacou que o conjunto de animais que recebeu o extrato tiveram alterações significativas no DNA da célula e também obtiveram redução no número de células tumorais.

8. Antioxidante natural

Pesquisas publicadas na Revista Científica Integrare confirmam os potenciais antioxidantes do hibisco porque o mesmo atua na redução da quantidade de radicais livres presentes no organismo – substâncias que provocam o envelhecimento das células.

Entretanto, os pesquisadores recomendam o bom armazenamento para que as propriedades antioxidantes não sejam desnaturadas. Portanto, compre um hibisco seco que seja novo e em embalagem vedada, preferencialmente.

9. Fortalece o sistema imunológico

O chá de hibisco ainda promete ter funcionalidades anti-inflamatórias e antibactericidas, duas ações que tornam o sistema imunológico mais resistente e preparado para prevenir e enfrentar resfriados, infecções urinárias, entre outras infecções causadas por bactérias, fungos ou vírus,

10. Alivia cólicas menstruais

Por alterar a pressão sanguínea, o chá de hibisco também ajuda no alívio de cólicas menstruais, facilitando que o sangue escorra do útero para o canal vaginal de forma lenta.

Tabela nutricional


A tabela nutricional é a melhor forma de ter uma visão geral das propriedades do chá de hibisco.

Em 100g de flor de hibisco, o que deve representar uma xícara de chá encontram-se:

  • contraindicações chá de hibiscoCalorias: 37 kcal;
  • Carboidratos: 0,9;
  • Potássio: 9 mg;
  • Gorduras totais: 0,5 g;
  • Proteínas: 0,08g;
  • Sódio: 0,48 mg;
  • Vitamina A: 290 IU;
  • Vitamina C : 18mg;
  • Cálcio: 1 mg;
  • Ferro: 8mg;
  • Magnésio: 1 mg;
  • Gorduras: 0 mg;
  • Ácidos orgânicos (tartparico, cítrico e málico): correspondem de 13% a 30% da composição da flor e ajudam no fortalecimento do sistema imunológico.

Contraindicações


Assim como qualquer outra erva, há contraindicações e restrições de seus consumos. Afinal, essas são matéria prima de remédios e, portanto, podem ter efeitos colaterais.

Gestantes e lactantes

É fundamental que as mulheres grávidas, ou que desconfiem da gestação, consultem um médico antes de começar a consumir o chá de hibisco, que também pode causar a intoxicação do leite das lactantes.

E para as que não pensam em engravidar, alguns estudos ainda sugerem que os compostos do chá podem reagir às pílulas anticoncepcionais e atrapalhar sua eficácia, mas ainda não há comprovação científica.

Pode prejudicar diagnóstico de gastrite e úlcera

Com a xantina presente em sua composição o chá de hibisco pode causar irritação na mucosa estomacal e agravar feridas já existente no local afetando pessoas vítimas de gastrites e úlceras.

Alteração da pressão arterial

Uma das funções do chá é a redução da pressão arterial, o que em primeiro momento pode parecer um grande auxílio para quem sofre de Hipertensão, entretanto, é necessário manter extrema atenção a este ponto, pois, ao tomar o chá a pressão arterial pode sofrer queda a níveis não recomendados.

O efeito de alguns medicamentos também podem ser alterados se ministrados juntamente à bebida. As alterações podem ser tanto de potencializar os efeitos, como nos casos dos anti-hipertensivos, quanto minimizar o efeito, como alguns estudos já sugeriram, por exemplo no caso do paracetamol.

Como tomar o chá de hibisco


Chá de hibisco: quais os benefícios, efeitos colaterais e mais.

A recomendação diária é de uma a duas xícaras de chá de hibisco por dia, de preferência, com duas colheres de flor seca durante a preparação. A dosagem máxima não deve ultrapassar um litro, caso contrário, há risco de sofrer com os efeitos colaterais.

O ideal é beber entre as refeições, ou ao decorrer do dia, o que facilita na absorção das gorduras dos alimentos. Para obter os benefícios, é preciso que o consumo do chá de hibisco seja constante, mas com controle.

Como preparar o chá de hibisco


Para fazer o chá você só precisará ter o hibisco seco para preparo, que é a forma mais recomendada de consumo – ainda mais do que as versões em sachês.

Para preparar basta seguir os passos que seguem:

como tomar chá de hibisco

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de flores de hibisco desidratado (você pode encontrar em lojas de produtos naturais ou no mercado tradicional);
  • 1 litro de água filtrada.

Modo de preparo

  1. Ferva a água;
  2. Acrescente as flores de hibisco, desligue o fogo e deixe as flores em infusão por 5 minutos;
  3. Coe;
  4. Espere ficar morno e sirva.

Há várias receitas de chá de hibisco para agradar à todos os gostos. Há quem prefira adicionar limão e mel para intensificar o gosto, por exemplo. Já as versões fitness voltadas para o emagrecimento incluem outros termogênicos naturais, como gengibre, canela e outros ingredientes.

Referências usadas neste conteúdo

Lin T, Lin H, Chen C, et al. Hibiscus sabdariffa extract reduces serum cholesterol in men and women. 2007. Disponível em <http://www.nrjournal.com/article/S0271-5317(07)00028-0/abstract>

Journal of Ethnopharmacology. Effect of Hibiscus sabdariffa on obesity in MSG mice. 2007. Disponível em <https://www.researchgate.net/publication/6075829_Effect_of_Hibiscus_sabdariffa_on_obesity_in_MSG_mice>

Chang HC, Peng CH, et al. Hibiscus sabdariffa extract inhibits obesity and fat accumulation, and improves liver steatosis in humans. 2014. Disponível em <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24549255>

Food and Function. Hibiscus and lemon verbena polyphenols modulate appetite-related biomarkers in overweight subjects: a randomized controlled trial. 2018. Disponível em <https://pubs.rsc.org/en/content/articlelanding/2018/fo/c8fo00367j#!divAbstract>

ROSA, Elisangela. Características nutricionais e fitoquímicas em diferentes preparações e apresentações de Hibiscus sabdariffa L. (hibisco, vinagreira, rosela, quiabo-de-angola, caruru-da-guiné) – Malvaceae.2013. Disponível em <https://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/87222>

Natural Product Radiance. Hibiscus sabdariffa Linn – an overview. 2009. Disponível em <http://nopr.niscair.res.in/handle/123456789/3769>

REVISTA DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO. 13° Congresso Nacional da SEBAN.2015. Disponível em <http://www.sban.org.br/congresso2015/Revista_Nutrire_40_suplemento.pdf>

REVISTA INICIARE. Atividade antioxidante de chá e geleia de hibiscus sabdariffa L malvaceae do comércio varejist de Campo Mourão – PR. 2017. Disponível em <http://revista2.grupointegrado.br/revista/index.php/iniciare/article/view/2454/927>


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply