Carboidrato Bege – Propriedade, Consumo e Contraindicações

É chamado de carboidrato bege aqueles que possuem ” amido” em sua composição, por exemplo: Pães, massas, biscoitos, bolos e outros. Essa denominação quem deu foi o médico britânico e escritor do livro ( A verdade Sobre os Carboidratos) Xand Van Tulleken.

Segundo ele, existem 3 tipos de carboidratos: O açúcar, o amido e a fibra. Para o especialista, a categoria amido se enquadra na cor bege que não é ideal para quem busca o emagrecimento e a boa saúde. O açúcar, segue a mesma linha.

Carboidrato bege

Propriedades do carboidrato bege

Os carboidratos contidos no amido e açúcar são geradores de energia, entretanto, quando ingeridos demasiadamente, eles acumulam gordura no organismo.

O ideal é manter o equilíbrio entre os 3 tipos de carboidratos, lembrando que as fibras são essenciais para o bom funcionamento do intestino e elas podem ser em encontradas no chamado ” carboidratos verdes”. Ou seja, legumes, verduras e frutas.

A ingestão média diária de carboidratos beges deve ser reduzida, entretanto, eles também oferecem  alguns benefícios quando consumido moderadamente, como:

  • Energia para realizar as atividades diárias;
  • Em pessoas com hipoglicemia, previne os sintomas de tontura e fadiga;
  • Estimula a memória e melhora o raciocínio;
  • Ajuda manter o bom humor;

De acordo com a OMS ( Organização Mundial da Saúde), é indicado que 55% da alimentação diária das pessoas sejam de carboidratos. No entanto, é preciso entender a necessidade de equilibrar as fontes, a maioria delas deve vir de frutas, legumes, verduras e  demais carboidratos complexos.

Como consumir adequadamente?

Carboidrato bege

O excesso de carboidrato bege engorda e favorece o aparecimento de doenças como: Pressão alta, colesterol alto, diabetes, problemas de circulação sanguínea, AVC, ataque cardíaco e outros males a saúde.

Para aqueles que não conseguem cortar de vez, o segredo está no equilíbrio. O ideal é que todas as pessoas sejam conscientizadas sobre a necessidade de fazer substituições. Saiba como isso pode ser feito:

  • Diminua o consumo de – Massas, bolos, bolachas, cereais matinais, pães brancos, batata, arroz branco;
  • Substitua por– Pão preto ou de centeio, brócolis, couve flor, batata doce;
  • Não deixe de comer – Oleaginosas, ovos, gorduras boas, carne, peixes, frango, legumes, verduras verdes escuras e frutas;

Optar por alimentos frescos e não ultra processados já é o caminho para mudar a saúde.

A ideia é começar a mudança aos poucos, se o indivíduo cortar pela metade o que está acostumado a consumir, já vai obter melhoras.

Entenda, isso não quer dizer que você ” nunca mais” poderá comer determinado alimento, apenas indica que o consumo será moderado e não regular.

O problema do excesso de carboidrato não está ligado somente ao emagrecimento, mas sim, na melhora da qualidade de vida, pois é uma forma de evitar que algumas doenças apareçam.

Embora a obesidade seja um grande fator de risco para desenvolver algumas condições de saúde, pessoas magras não estão isentas, elas também são alvos.

Contraindicações

Carboidrato bege

A nutrição segue tendências, atualmente, existe pessoas que fazem dietas sem carboidratos e muitos especialistas na área são à favor. Corriqueiramente, são vistos mudanças nas regras de se alimentar, o que antes era normal comer de 3 em 3 horas, hoje, está ultrapassado e o Jejum Intermitente é a bola da vez.

No entanto, é necessário que as pessoas tenham clareza de que uma alimentação saudável é aquela que equilibra os nutrientes e seja feita sem exageros, isso é ciência e já foi constatado que traz resultados para a saúde.

O que ocorre é que as pessoas não tem limites e exageram na hora de comer um pão, um lanche, uma pizza e depois ainda vem uma sobremesa carregada de açúcar. É claro que uma hora, vai dar problema e a saúde vai pedir socorro.

Para finalizar, alguns carboidratos beges são contra indicados para as seguintes pessoas:

  • Intolerantes ao glúten
  • Celíacos ( alérgicos ao glúten)

É o caso de massas, pães, bolos, bolachas e todas as receitas que levam farinha branca e integral com glúten.

Portadores de diabetes, pressão alta, colesterol alto e triglicerídeos alto devem consumir os carboidratos beges com moderação.

A população em geral que não possui nenhum problema de saúde deve praticar o bom senso da hora de se alimentar. Na dúvida, o profissional nutricionista pode ajudar!


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply