Cálcio: qual a importância para a saúde? Como adquirir e muito mais.

Quando ouvimos a palavra cálcio, logo nos vem à mente um copo de leite ou lembramos que nossos dentes precisam dele, então aquela pasta de dente onde diz “contem cálcio” resolve. Pois bem, o cálcio é um elemento muito importante e vai bem mais além do copo de leite. É um nutriente essencial para funções biológicas do nosso corpo como as contrações muscular, coagulação sanguínea, transmissão do impulso nervoso ou sináptico e o suporte estrutural do esqueleto.

Desde que nos conhecemos por gente, ouvimos relatos de que o leite materno é essencial para que a criança se desenvolva com ossos e dentes fortes.
Na gestação as mães são aconselhadas a tomar cerveja preta entre outras tantas receitas da sabedoria popular no intuito de que a futura mamãe tenha bastante leite para oferecer ao seu bebê.

Há casos e causos de crianças que já nascem com os dentes querendo rasgar a gengiva, ou então aquele bebê que com poucos meses exibem os dentes de leite grandes e fortes; e a família já fala orgulhosa de que a mãe tomou muito leite na gravidez e que amamentou bastante o filho, por isso a criança tem os dentes fortes e consequentemente os ossos serão também fortes e sua saúde será de ferro.

O que é o Cálcio? Importância

Mineral mais abundante em nosso organismo, o Cálcio não se encontra em maior concentração nos nossos ossos e dentes, porém também circula pelas nossas veias e até em nossa pele ele é encontrado, sendo motivo de estudos recentes que afirmam que a pele de quem ingere alimentos ricos em cálcio é mais saudável e rejuvenesce o indivíduo que consome estes alimentos, melhorando além de sua saúde a sua aparência.

Leite e seus derivados como: queijos, iogurtes e manteigas entre outros ganham outros aliados que estão se tornando mais conhecidos pela presença de cálcio, entre eles diversas hortaliças, cereais integrais, legumes além de que também é encontrado em alguns peixes de origem marítima.

Especialistas reforçam que somente aliado há atividades físicas, exposição ao sol e noites de sono tranquilas, poderemos sentir o benefício do cálcio em nosso organismo, e que reposições há base de medicação suplementar não bastam.

Uma vertente da medicina indica que as propagandas de produtos milagrosos e ricos em quantidade de cálcio podem fazer o efeito contrário, causando sérios problemas circulatórios e em casos extremos obstruindo o coração e levando o usuário a paradas cardiovasculares e infartos fulminantes.

Falta de cálcio no organismo: consequências

O baixo consumo deste nutriente contribui para o surgimento de doenças crônicas cujas mais conhecidas são:

  • Osteoporose: fragilização dos ossos e aumento do risco de fraturas, 200 milhões de pessoas em todo mundo;
  • Câncer de colón: tumores que afetam o intestino grosso, responsável por mais de 15 mil vítimas no Brasil;
  • Hipertensão arterial: elevado nível de pressão sanguínea nas artérias o que exige um esforço maior do coração para que ele possa bombear o sangue o que acaba dilatando o coração e danificando as artérias. Existem cerca de 30 milhões de hipertensos no Brasil;
  • Obesidade: acúmulo excessivo de gordura no individuo.

Vamos calcular para explicar melhor: Kg/Altura x altura = IMC

Se seu IMC for entre 25 e 30 é considerado sinal de sobrepeso, se for superior a 30 indica obesidade o que pode trazer vários outro problemas de saúde. Estima-se que uma em cada cinco pessoas no Brasil, esteja acima do peso.

Mas como eu faço para ingerir cálcio e em que momento eu preciso mais dele?

O ideal é que se consuma desde criança através do leite e seus derivados, de uma alimentação balanceada, não aquela em que você compra uma marmita e vem tudo misturado, balançado, e sim aquela comida bem colorida, exposição ao sol antes das 10 da manhã e após as 16 da tarde também é uma fonte de vitamina D, que faz aumentar a adsorção do cálcio.

Um dos fatores mais comuns na falta do cálcio é a substituição do leite por sucos ou refrigerantes e a omissão do café da manhã o que afeta principalmente as crianças e adolescentes.

A absorção do cálcio é extremamente importante durante o crescimento do indivíduo, durante a gestação, a mulher deve consumir uma quantidade maior de cálcio, se antes ela precisava de 200 mg de cálcio por dia, agora ela precisa de 300mg, para que seu bebê se desenvolva de forma rápida e saudável, durante a menopausa também é necessário aumentar a quantidade de cálcio a ser absorvida.

Estudos apontam que a idade também é um fator de interferência na absorção do cálcio, ele declina à medida que a pessoa envelhece, por isso, elas precisam consumir, além do leite e da alimentação saudável, outros produtos ricos em cálcio ou complementos alimentares.

O ideal é procurar um médico especialista em nutrição e gozar dos benefícios do cálcio para que possamos em diversas idades aproveitar o melhor do cálcio no ciclo de nossas vidas.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply