Benefícios da Cebola – Valor Nutricional e Dicas de Consumo

A cebola serve principalmente na alimentação como condimento, sendo a base de diversos tipos de tempero para emprestar ao alimento que está sendo preparado sabor, aroma e paladar. Além disso, ela pode também trazer outros benefícios para a saúde que serão listados adiantes.

Cebola vem do inglês médio “unyun”, que por sua vez vem do francês oignon. Em latim, a cebola era chamada cepa ou caepa e é chamada pelos nomes cebolla, cebola e cipollo, em espanhol, português e italiano, respectivamente.

Origem da cebola

Cebola

A cebola é cultivada há 4700 anos ou mais e não existiu como espécie silvestre. Provavelmente começou a ser domesticada nas regiões montanhosas do Turcomenistão e no norte do Irã, que faz fronteira com as antigas civilizações avançadas do Oriente Próximo (suméria). Portanto, o sudoeste da Ásia é considerado o principal centro de domesticação e variabilidade. Outras regiões de grande diversidade como o Mediterrâneo são consideradas centros secundários.

Benefícios da cebola

Um estudo recente descobriu que mulheres com 50 anos ou mais que consumiram cebolas ao menos uma vez por dia tinham uma densidade óssea global 5% maior do que outras mulheres que consumiam cebolas apenas uma vez por mês ou menos.

Além do consumo da cebola na alimentação, outro derivado que é constantemente utilizado em estudos é o seu óleo.

O óleo de cebola inibiu o crescimento de várias bactérias Gram-positivas em um estudo realizado e, devido à sua atividade antimicrobiana, tanto o alho quanto a cebola têm sido recomendados como conservantes naturais para controlar o crescimento microbiano em produtos alimentícios.

O trisulfureto de di-n-propilo do óleo de cebola tem um efeito benéfico no comprometimento da memória no camundongo. Este efeito é atribuído à atividade antioxidante deste composto em relação ao hidroperóxido lipídico cerebral, que se acredita estar envolvido na fisiopatologia da doença de Alzheimer.

Além disso, a cebola possui feitos antimicrobianos, ajuda a reduzir os níveis de açúcar no sangue ao ingerir 100 gramas de cebola crua por dia e também auxilia na redução do risco de vários tipos de câncer, incluindo câncer de estômago, mama, cólon e próstata.

Valor nutricional da cebola

Cebola

Cada 100 gramas de cebola (Allium cepa) contém:

  • calorias – 33 kcal
  • proteínas – 1,5 g
  • gorduras – 0,3g
  • vitamina A – 125 U.l.
  • vitamina B1 (Tiamina) – 60 mcg
  • vitamina B2 (Riboflavina) – 45 mcg
  • vitamina B3 (Niacina) – 0,15 mg
  • vitamina C (Ácido ascórbico) – 10 mg
  • potássio – 180 mg
  • fósforo – 45 mg
  • cálcio – 35 mg
  • sódio – 16 mg
  • silício – 8 mg
  • magnésio – 4 mg
  • ferro – 0,5 mg

Modo de consumo

Um dos modos de se consumir cebolas é adicionando rodelas em uma salada verde. Dessa maneira, a cebola será consumida crua e não irá perder nenhum de seus benefícios devido à má preparação. Para acrescentar sabor, faça o seguinte molho:

  • Suco de 1 limão;
  • 1 colher sopa de mostarda;
  • 2 colheres de azeite de oliva;
  • 1 colher de chá de orégano;
  • 2 dentes de alho médios amassado;
  • Sal a gosto.

Cebola

Contraindicações

Natural não significa necessariamente seguro. As cebolas cruas podem tornar o esôfago mais ácido, causando azias e refluxo ácido. Indivíduos hipersensíveis podem sofrer dor torácica não cardíaca e espasmos do esôfago em menos de um minuto após o consumo de pimentão verde ou cebola crua. As prostaglandinas, que podem regular a contração e o relaxamento do músculo do esfíncter esofágico inferior, são encontradas nas cebolas.

Além disso, os compostos de enxofre das cebolas podem inibir a atividade da prostaglandina. Azia e refluxo gástrico ocorrem quando o músculo esfínico relaxa inadequadamente durante a digestão, permitindo que pequena quantidade de ácido do estômago entre no esôfago.

Outra importante informação é jamais alimentar seus animais de estimação com alimentos que contenham cebola. Um macho Yorshire Terrier de quatro anos de idade desenvolveu poliúria e depressão 36 horas depois de ter sido alimentado com um décimo de suflê de cebola feito com uma xícara de cebola desidratada. O cão estava fazendo uma urina muito escura e foi diagnosticado com anemia hemolítica.


Referências utilizadas neste conteúdo:

BLOCK, Eric. Garlic and Other Alliums: The Lore and the Science. Royal Society Of Chemistry, 2010.

BREWSTER, James L.. ONIONS AND OTHER VEGETABLE ALLIUMS. 2. ed. Biddles Ltd, King’s Lynn, 2008.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply