Autoexame da Tireoide – Como fazer e detectar nódulos e outras anormalidades

O autoexame de tireóide é muito simples de fazer sem a necessidade de ajuda médica. Esta glândula é responsável pela produção de hormônios importantes na manutenção do peso e garantia de vitalidade ao corpo. Suas disfunções provocam reações sérias e assintomáticas, que envolvem até o desenvolvimento de depressão e outras doenças.

Para se certificar de que você não tem problemas na tireoide faça o autoexame em casa. Veja no passo a passo como fazer da forma correta:

  1. Fique em frente a um espelho e procure no seu pescoço a região logo abaixo do pomo-de-adão (o famoso gogó). É aí que a tireoide fica
  2. Incline a cabeça para trás como se fosse tomar água da chuva e fique com o pescoço mais exposto. Foque nesta região com o espelho
  3. Beba um gole de água
  4. A tireoide deverá subir e descer no ato de engolir. Se houve um aumento de saliência na tireoide procure um médico.

autoexame da tireoide

Durante o procedimento você deverá notar se há:

  • Existem saliências na região
  • Se está simétrico ou assimétrico (o lado direito está diferente do lado esquerdo ou vice-versa)
  • Se existe mais de um nódulo (caroços)

A presença de nódulos na tireóide indicam tumores que precisam ser tratados para garantia de que o paciente não sofra de câncer ou desenvolva doenças como o hipertireoidismo ou hipotiroidismo, na qual fragilizam o corpo com grandes variações hormonais.

Outros sintomas comuns de quem possui anormalidades na tireóide são unhas quebradiças, queda de cabelo ou cabelo ralo, dificuldades ao engolir, voz rouca, dificuldade ao respirar, variações de peso, sonolência, pele seca, dificuldade de concentração e inchaço no pescoço.

O que fazer se encontrar o nódulo

problemas na tireoideSe durante o autoexame da tireoide você sentiu dor, inchaço ou percebeu qualquer anormalidade na glândula deverá marcar uma consulta médica com um clínico geral ou um endocrinologista.

É muito provável que o médico irá te recomendar exames como a ultrassonografia e refazer o exame no consultório para conseguir averiguar se há de fato anormalidades na tireoide. O problema é ainda mais frequente em mulheres acima de 35 anos ou que estão entrando na menopausa.

O tratamento varia bastante conforme o tamanho do nódulo e organismo de cada paciente. Quando indicado pela endocrinologista é possível realização de uma pequena cirurgia pare remoção do nódulo. Em outros casos é preferível medicação específica para prevenir o desenvolvimento do que pode ser um tumor.

Problemas na Tireoide

Além do tumor é um pouco comum que o autoexame da tireoide aliado a outros sintomas indique casos de hiper ou hipotireoidismo. O problema acontece quando a glândula que produz os hormônios T3 e T4 passa a produzir a substâncias em muito pouca quantidade (hipo) ou em escalas muito maiores do que o necessário (hiper).

A função dela é de regular o metabolismo e o armazenamento de energia. Por isso que quem tem estes problemas hormonais pode consequentemente ser exposto ao emagrecimento rápido ou ganho de peso excessivo.

Nestes casos é preciso fazer o controle com o uso de hormônios sintéticos e outros medicamentos.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply