Ansiedade social – O que é? Causas, Consequências, Tipos e Sintomas

Ter dificuldade de interagir com outras pessoas, realizar atividades em público ou participar de eventos pode ser algo mais sério do que uma simples timidez, como a ansiedade social, que já é considerada um dos principais males do século.

A ansiedade social, também chamada de fobia social, é um transtorno psicológico no qual a pessoa tem medo extremo e irracional de passar por qualquer interação / situação em que possa ser observada por outros.

Na sua cabeça ocorrem várias ideias, como a insegurança, preocupação excessiva com o que pensarão dela, medo do fracasso, entre outros, chegando a desistir de realizar atividades em público e alterando severamente seu dia a dia.

Para lhe ajudar a conhecer melhor esse transtorno, preparamos este guia completo sobre a ansiedade social. Confira e conheça suas causas, sintomas, como reconhecê-los e formas de tratamento.

Ansiedade social

Principais causas da ansiedade social

Trata-se de um transtorno associado à baixa autoestima, ao medo de rejeição social e da exposição. Pais super protetores, que não permitem que seu filho interaja com outras pessoas, também estimulam um comportamento de ansiedade social.

Outra causa associada a esse transtorno é passar por experiências traumatizantes. Neste caso, elas funcionam como um fato desencadeador da ansiedade social, fazendo com que se tenha medo de vivenciar novamente algo parecido.

Consequências da ansiedade social

A ansiedade social tem como principal consequência o impacto negativo nas relações pessoais e profissionais, porque a pessoa deixa de participar de encontros, reuniões, entrevistas, festas, enfim, tudo que envolva a interação e exposição de si ao outro.

Em longo prazo, isso pode levar a perda de amizades e dificuldade de relacionamento, baixo desempenho no trabalho e possibilidade de perda do emprego por não conseguir desempenhar atividades que exijam contato com outros.

Nos casos mais avançados e complexos, a ansiedade social pode evoluir para uma depressão grave ou agorafobia, na qual a pessoa sente medo extremo ir a lugares que possam lhe causar ataques de pânico.

De maneira resumida, esse é um transtorno mental que altera profundamente o dia a dia da pessoa que o vivencia, sendo necessário um acompanhamento médico para tratamento.

Tipos de ansiedade social

Ansiedade social3

O transtorno de ansiedade social é dividido em dois tipos por especialistas, considerando o impacto que essa fobia causa na rotina dos pacientes. São estes tipos:

  • Transtorno de ansiedade social generalizado: é quando a pessoa tem medo de quase todas as situações sociais, como conversar, sair de casa, falar e comer em lugares públicos;
  • Transtorno de ansiedade social restrito: ocorre quando a pessoa teme uma ou poucas situações sociais, conseguindo realizar a maioria das atividades básicas normalmente.

[VEJA TAMBÉM: ANSIEDADE TEM CURA? ]

Sintomas da ansiedade social e como reconhecê-los

A ansiedade social provoca sintomas psicológicos e físicos. Reconhecê-los é fácil: a simples observação de reações possibilita identificar esse transtorno. Veja, a seguir, quais são esses sintomas para reconhecê-los com facilidade:

Sintomas físicos da ansiedade social

  • Aumento da frequência cardíaca e respiratória. A impressão que se tem é que o coração entrará em panee que não é possível respirar corretamente;
  • Vermelhidão pelo rosto;
  • Tremedeira, com dificuldade para falar ou segurar algo;
  • Voz fraca, que dificilmente é audível;
  • Tensão e dor muscular;
  • Náusea e vômito;
  • Suor excessivo;
  • Tontura;
  • Visão embaçada;
  • Frequente vontade de ir ao banheiro;
  • Diarreia.

Sintomas psicológicos da ansiedade social

  • Medo excessivo de ficar em público e de interagir com outras pessoas;
  • Receio de expressar uma opinião;
  • Dificuldade para andar em público ou trabalhar em frente a outras pessoas;
  • Repentino esquecimento (o famoso dar branco);
  • Extrema insegurança e preocupação com o que os outros pensarão;
  • Medo de se sentir incapaz e inadequado.

A importância de buscar tratamento

Identificou esses sintomas? Então, saiba que é extremamente importante buscar um tratamento, para evitar que a fobia se desenvolva, aumente e cause reflexos negativos na sua vida.

O recomendado é procurar um médico especialista, neste caso, o psicólogo ou psiquiatra. De modo geral, o tratamento para ansiedade social é feito com terapia que tem como foco alguns pontos essenciais:

  • O aprendizado de técnicas de autogerenciamento para regular a fobia;
  • O desenvolvimento da capacidade de identificar distorções que fazem a pessoa se sentir ansiosa;
  • O aumento da tolerância emocional;
  • O correto processamento e solução de memórias traumáticas.

Casos leves são tratados somente com terapia. Já os que estão mais avançados podem receber a indicação do uso de medicamentos que devem ser receitados pelo psiquiatra.

Confira, também, o conteúdo completo sobre Ansiedade Generalizada – O Que é? Quais os Sintomas? Quais as Causas?


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply