Anorexia e Bulimia – Entenda as Diferenças

A anorexia e a bulimia são doenças relacionados à alimentação e consideradas distúrbios alimentares ligados ao medo de engordar, porém a semelhança acaba por aqui. Apesar de ambas serem enquadradas como problemas alimentares, as doenças apresentam inúmeras diferenças.

A pessoa acometida pela anorexia não se alimenta adequadamente, passando por longos período sem ingerir alimentos ou ingerindo em quantidades mínimas, em razão do medo de engordar. A consequência desse ato é uma magreza excessiva que pode levar à morte. Na bulimia, a pessoa come todos os tipos de alimento e apresenta compulsão alimentar, ou seja, come em excesso. Mas logo após as refeições, a pessoa com bulimia mostra um quadro de remorso e arrependimento pelo excesso de alimento consumido, levando a episódios de vômito para evitar o ganho de peso. No geral, estas pessoas possuem peso normal ou um pouco acima do ideal.

anorexia e bulimia

Quais os sintomas

Os sintomas da anorexia podem ser identificados pela aparência da pessoa, bem como, por determinados comportamentos que indicam a presença do problema. Entre os principais temos:

  • Magreza excessiva;
  • Falta de apetite ou recusa de alimentos;
  • Deixar de se alimentar ou reduzir drasticamente a ingestão de comida;
  • Deixar de comer perto de outras pessoas;
  • Preocupação excessiva com o ganho de peso e as calorias ingeridas;
  • Prática de dietas super restritivas;
  • Obsessão pela prática de atividade física apenas com o objetivo de não engordar;
  • Percepção distorcida da própria imagem: A pessoa passa a se enxergar gorda mesmo se estiver abaixo do peso.

Apesar de bastante específicos, os sinais podem não ser percebidos por quem convive com uma pessoa anoréxica. Elas irão fingir que comem normalmente, ou evitar situações como jantares para que ninguém perceba a falta de ingestão de alimentos. Bem como podem usar roupas mais largas para disfarçar a magreza. Por isso, é preciso bastante atenção para identificar o problema antes que a situação se torne grave.

Os sintomas na bulimia podem ser mais difíceis de serem percebidos, já que o peso é considerado normal ou apenas um pouco acima do ideal. Assim como as pessoas que sofrem com anorexia, elas tentarão esconder os sinais de que algo não está bem. Por estes motivos, os sintomas da existência da doença serão mais comportamentais e precisam de bastante atenção para serem notados. Os mais comuns são:

  • Obsessão com a perda de peso e com dietas;
  • Compulsão alimentar, comendo de forma exagerada determinados alimentos;
  • Comer escondido;
  • Prática exagerada de atividades físicas apenas com o intuito de emagrecer, mesmo quando não é necessário;
  • Ingestão de remédios conhecidos como diuréticos e laxantes sem prescrição médica e sem necessidade;
  • Sentimentos do arrependimento, culpa e angustia após comer exageradamente;
  • Ir constantemente ao banheiro logo após as refeições para vomitar;
  • Perder peso repentinamente mesmo comendo bem.

Os riscos

Em casos graves, a desnutrição provocada pela anorexia poderá levar a pessoa à morte, além de acarretar outros problemas relacionados à pouca ingestão de alimentos. Essa privação constante de nutriente proporcionados por uma alimentação desregulada e a desnutrição severa dela decorrente, levam à ausência de menstruação, prisão de ventre, dor no abdome, baixa resistência ao frio, cansaço e fadiga constantes, problemas cardíacos e inchaço.

A bulimia, em casos graves, também pode acarretar diversos problemas ao corpo que é submetido a uma ingestão exagerada de alimentos e aos constantes vômitos provocados por quem sofre com a doença. Cicatrizes e calos nos dedos em razão do ato de provocar o vômito, dentes com aparência lascada ou serrilhada, inchaço ou atrofia das glândulas salivares e inflamação na garganta provocada pelos vômitos, menstruação irregular, tontura e fadigas constante, dores abdominais e inflamações intestinais e estomacais, inchaço nas mãos, pés e barriga e prisão de ventre são alguns dos problemas enfrentados com o agravamento da bulimia.

Como tratar

O tratamento da anorexia e da bulimia envolvem diversos profissionais entre psicólogos, nutricionistas e médicos especialistas em distúrbios alimentares.

No tratamento da anorexia, o paciente é acompanhando para que sejam reduzidas as atividades físicas e um programa alimentar é seguido com o intuito de voltar ao peso ideal e recuperar a saúde. O paciente também deverá participar de terapias para que volte a ter uma percepção correta de seu corpo. Pode ser auxiliado com medicações para equilibrar a bioquímica cerebral. Além disso, em casos de desnutrição gravíssima, o paciente poderá ser internado para receber alimentação venosa ou em casos de complicações da doença como a depressão e problemas cardíacos.

A bulimia pode ser tratada com terapia em grupo, terapia cognitivo-comportamental e terapia nutricional. Elas buscam controlar a compulsão alimentar e o sentimento de culpa. O tratamento poderá incluir medicações antidepressivas para auxiliar a reduzir a compulsão e a depressão, caso necessário.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply