Anabolizantes – O que são? Como utilizar de forma saudável

Os anabolizantes ou esteroides anabolizantes são drogas sintéticas que buscam imitar os efeitos da testosterona, hormônio masculino. Apesar de ter se tornado conhecido por seu efeito sobre o crescimento e fortalecimentos dos músculos, essa droga tem por principal objetivo a reposição da testosterona em casos de déficit desse hormônio.

A maior atuação da medicação sobre os músculos é na fase de pós treino. É nela que ocorre a regeneração acelerado dos músculos desgastados com a atividade física. Porém, apesar de trazerem benefícios quanto ao aumento muscular, essa medicação é bastante perigosa e apresenta diversos riscos.

anabolizante como funciona

Como eles agem sobre o corpo

Durante o treino, os músculos se desgastam e é possível constatar a existência de micro rupturas em suas fibras. Os anabolizantes atuam no corpo diretamente sobre a regeneração muscular. Conhecida como efeito anabólico, ela ocorre após a prática da atividade física. Por esse motivo são chamados de anabolizantes.

As substâncias que imitam a atuação do hormônio testosterona tem a capacidade de melhorar a síntese de proteína. Isso promove uma regeneração mais rápida e o crescimento do músculo desgastado. Essas proteínas são conhecidas como actina e miosina e produzem energia, levando ao aumento da força muscular. O estimulo da síntese de proteína é causado por uma maior capacidade de armazenamento de nitrogênio que contribui para o crescimento muscular.

Outro fator causado pelos anabolizantes é o aumento do volume dos músculos pelo acúmulo de água nas células. Esse acúmulo é o principal responsável pelo inchação e crescimento mais rápido dos músculos.

Quando utilizado de forma correta, o medicamento tem a capacidade de aumentar o metabolismo corporal. Além de melhorar a resistência física e respiratória e levar à redução da gordura corporal armazenada. Essas alterações químicas e metabólicas potencializam o treino. Elas aumentam a força e a resistência aos exercícios. Os resultados dos treinos podem apresentar um ganho até 8 vezes maior de massa muscular do que em um treino normal.

Ricos do consumo

Os anabolizantes são medicamentos que podem apresentar efeitos colaterais graves, incluindo a morte. Estes medicamentos foram criados com o objetivo de reposição hormonal. Este deveria ser o fim correto dessa medicação. Porém, diante dos efeitos sobre a força e volume muscular, ele se tornou bastante popular.

Mas seu uso indiscriminado, em dosagens excessivas e misturado à outras substâncias para melhorar o potencial físicos deixam sequelas graves, muitas vezes irreversíveis. Por isso, é válido avaliar se os benefícios de seu uso realmente compensam os prejuízos que ele pode provocar.

Dentre os principais riscos no consumo dos anabolizantes citamos:

  • Impotência sexual e esterilidade: O uso dessa substância sem acompanhamento médico, pode levar a impotência sexual e até mesmo a esterilidade. As altas doses de testosterona no organismo levam à atrofia dos testículos que cessão suas atividades. Ressaltamos que este problema pode se tornar permanente em alguns casos. Ou seja, os efeitos podem se tornar permanentes mesmo após cessar o uso da substância;
  • Ginecomastia e alterações físicas: Em homens, o uso indiscriminado do anabolizante pode causar uma condição chamada de ginecomastia que é o crescimento das mamas. E mulheres, ele pode provocar o aumento de pelos, aumento do clitóris e engrossamento da voz. Além de tornar os ciclos menstruais irregulares ou inexistentes;
  • Doenças cardíacas e pressão alta: A droga provoca um aumento de água no organismo e, por isso, há uma maior pressão das artérias. Esse aumento da pressão é capaz, até mesmo, de alterar o tamanho do coração o deixando maior. Todos estes efeitos são capazes de agravar condições preexistências ou causar doenças cardiovasculares;
  • Aumento do colesterol ruim: Os anabolizantes aumentar a circulação de LDL conhecido como colesterol ruim. A presença desse tipo de gordura no sangue em excesso pode propiciar o surgimento de entupimento das veias do coração, provocando doenças cardiovasculares graves;
  • Câncer de fígado: Qualquer substância ingerida por nos é processada neste órgão, inclusive o excesso de testosterona presente nos anabolizantes. Se o fígado for sobrecarregado, ele pode acabar desenvolvendo nódulos em razão de suas funções terem sido prejudicadas, levando ao surgimento de câncer.

Para quem estes remédios são indicados

O uso destes remédios é indicado nos casos em que há um desequilíbrio hormonal com uma constatada deficiência dos níveis de testosterona. Além de serem indicados para pessoas que apresentam um maior desgaste muscular, seja por razões genéticas ou pela existência de doenças que prejudiquem a resistência muscular, como a AIDS.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply