Alongamento pós treino: qual a importância? Quando é indicado?

Todo mundo sabe que é extremamente importante se alongar antes de realizar qualquer atividade física. Mas o alongamento pós treino ainda é um assunto que causa muitas dúvidas. Será que é realmente necessário? Quais benefícios ele pode oferecer para o corpo? Quando é indicado? Encontre as respostas nos tópicos a seguir:

A importância do alongamento pós treino

Alongamento pós treino: qual a importância? Quando é indicado?

O alongamento pós treino pode oferecer alguns benefícios muito importantes para o bem estar, a boa recuperação e até para ajudar a alcançar determinados objetivos de treinamento.

Alongamento pós treino ajuda a reduzir dores

Um alongamento leve depois dos treinos vai ajudar a relaxar a musculatura e, consequentemente, as dores sentidas nos dias seguintes serão menores. Alongamentos feitos com esse objetivo não devem causar nenhum tipo de desconforto, pois isso pode acabar causando lesões nos músculos.

Alongamento pós treino ajuda na hipertrofia

Se seu objetivo é alcançar a hipertrofia muscular, o alongamento pós treino é extremamente importante. A musculação causa micro-traumas nos músculos que, para se reconstituir, acabam promovendo o ganho de massa.

Quando se faz alongamento depois da musculação, esses traumas são potencializados, o que também potencializa o ganho de massa durante a fase de reconstituição. Por isso, quem tem este objetivo precisa se alongar de forma um pouco mais intensa — sempre com acompanhamento profissional e tomando cuidado para não causar lesões.

Os principais tipos de alongamento

Não existe um tipo de alongamento específico para o pré ou pós treino. Tudo vai depender dos exercícios que estiverem presentes em sua série. O mais importante é alongar todos os músculos que serão ou que foram trabalhados naquele momento, como:

  • Alongamento de bíceps;
  • Alongamento de tríceps;
  • Alongamento de peito e ombros;
  • Alongamento oblíquo;
  • Alongamento do quadríceps;
  • Alongamento de coxas.

Todas as áreas do corpo devem ser alongadas, mas você pode escolher entre os diversos alongamentos existentes para cada região. Há opções para se fazer em pé, deitado, com a ajuda de cordas, elásticos, aparelhos, etc.

Existem diversos tipos de alongamentos, entre eles, dois mais famosos:

Alongamento estático

O alongamento estático é o mais comum de todos, e consiste em ficar parado por um tempo pré-definido, esticando determinado músculo.

Alongamento dinâmico

Já o alongamento dinâmico consiste em se movimentar e dar algum impulso para que os músculos sejam alongados. É o tipo mais indicado, pois garante mais flexibilidade e força.

Depois de quais exercícios os alongamentos são mais importantes?

Alongamento pós treino: qual a importância? Quando é indicado?

Os exercícios que exigem alongamentos pós treino são aqueles que trabalham diretamente e de forma mais intensa a musculatura, como:

  • Musculação;
  • Crossfit;
  • Funcional;
  • Pilates, etc;

Nestes casos é recomendado fazer alongamentos um pouco mais intensos, já que estas atividades exigem mais dos músculos do que outras como zumba, aeróbicos, corrida e natação, por exemplo. Porém, toda e qualquer atividade física vai, de alguma forma, trabalhar sua musculatura. Mesmo que com menor intensidade, vai haver fortalecimento e definição.

Por isso, é recomendado fazer um alongamento leve depois de qualquer treino, especialmente para reduzir as chances de dores. O mais importante é não esquecer de alongar nenhum músculo trabalhado durante o treino. Por isso, o acompanhamento profissional é essencial!


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply