Alongamento Para Cervical: Importância, Tipos, Cuidados e Dicas

O desconforto na cervical é uma queixa frequente em consultórios médicos – sempre abordando a sensação de ombros pesados, rigidez ou a dor em si. Tensão acumulada durante o dia, postura incorreta e até trabalhar sempre sentado são fatores que influenciam nessa região.

O alongamento para cervical é recomendado em casos de dores, quando a pessoa percebe que os seus movimentos se tornaram mais limitados por causa dessa dor.

>>>> Veja aqui como fazer flexões de braço da maneira mais correta! <<<<

Confira a importância geral dos alongamentos, dicas sobre como obter uma postura correta e descubra os melhores alongamentos para cervical. Ter dor na cervical e na coluna não precisa ser constante no seu corpo, basta inserir alguns alongamentos para assim melhorar seu bem estar, além do estilo de vida.

Importância dos alongamentos

Alongamento para braçoUm alongamento é definido como o exercício que pode manter a flexibilidade muscular, além de aumentá-la conforme são realizadas essas atividades de alongamento. A coluna cervical também merece atenção, basta que os movimentos  sejam feitos da forma correta, sentindo assim os benefícios em pouquíssimo tempo.

Todos os exercícios caracterizados como alongamentos são essenciais para o bom funcionamento das articulações, pois mantêm os músculos relaxados e flexíveis o suficiente para fazer com que as articulações tenham mobilidade.

Alongar é sempre necessário para evitar que ocorra uma diminuição na lubrificação das articulações – o que seria um fator de maior propensão a lesões. Por outro, na cervical você pode ter mais cuidado na execução de quais são os exercícios indicados. Veja mais abaixo e como é importante para a saúde da sua medula espinhal.

Ainda, o alongamento tem outros objetivos e benefícios:

  • Aquece os músculos antes dos treinos;
  • Aumenta a consciência corporal;
  • Aumenta a sensação de relaxamento;
  • Diminui a tensão muscular;
  • Melhora a qualidade da postura;
  • Melhora a qualidade da respiração;
  • Previne e reduz os impactos das lesões.

O alongamento para cervical somente não será indicado quando a pessoa possui algum trauma nesta área. Dependendo também do tipo de exercício de alongamento, tonturas poderão ser sentidas por pessoas que sofrem com labirintite. Por isso, caso tenha problemas nas costas que vão além das dores nas regiões relacionadas é preciso cuidado. Se você passou por um tratamento cirúrgico na região cervical fique atento a todos os detalhes.

Dicas para ter uma boa postura

Dicas para ter uma boa postura

Quase 90% da população mundial sofre com dores na coluna e isso, muito provavelmente, se deve à má postura. A grande maioria das causas vem do péssimo hábito e da falta de cuidados com a coluna, tanto quando se fica em frente ao computador por muito tempo, até no ato de caminhar.

Confira algumas dicas que podem lhe ajudar a melhorar sua postura:

  • Identifique qual é a postura correta – costas não curvadas, queixo elevado, ombros para trás e peito para fora: essas são as características que você precisa aplicar;
  • Procure sempre se sentar com as costas totalmente encostadas na cadeira.

Veja aqui quais são os melhores alongamentos para virilha! 

Além disso, os dois pés precisam estar encostados no chão e as pernas levemente afastadas (de preferência, nunca cruzadas).

  • Faça adaptações em seu local de trabalho para melhorar sua postura;
  • Durma na posição correta – com o corpo o mais nivelado o possível;
  • Tome cuidado com a postura mesmo na hora de realizar atividades domésticas;
  • Evite utilizar bolsas de um ombro só, além de procurar carregar o menor peso possível dentro desse item;
  • Tenha postura ao caminhar: ande de cabeça erguida, olhos fixos a sua frente, mantendo os ombros para trás e peito para fora.

Além disso tudo, a prática de exercícios físicos para evitar o sedentarismo é essencial, principalmente para a dor na região cervical e da coluna vertebral. Veja abaixo quais são os exercícios mais indicados.

Alongamentos para cervical

Os alongamentos para cervical devem ser feitos de maneira lenta e sem forçar o pescoço, está bem? Uma orientação também é que você esteja com a região quente – aplique bolsa térmica – para que os exercícios sejam mais eficazes.

As repetições são pouquíssimas: no máximo 5 de cada exercício.

Confira 5 alongamentos para cervical que são bastante simples de serem feitos em casa:

Alongamento de flexão e extensão

Você precisa se manter de pé e com a postura reta. Para fazer o exercício, leve o queixo ao peito e fique nessa posição por cerca de 30 a 60 segundos. Volte à posição original para depois levar a cabeça para trás, o máximo que conseguir, pelo mesmo período de tempo.

Alongamento com giro lateral

Sente-se e mantenha sua coluna reta, apoiando-se no encosto da cadeira. Deixe suas mãos sobre os joelhos e comece a girar o pescoço para a direita até o máximo que conseguir, com o queixo na altura do ombro.

Clique aqui e veja quais são os melhores exercícios para o antebraço!

Depois, retorne à posição inicial para girar o pescoço para a esquerda. Para cada lado, permaneça por alguns segundos.

Alongamento com flexão lateral

Alongamento com flexão lateral

Ainda na mesma postura que o alongamento anterior, a intenção desse exercício é inclinar a cabeça em direção aos ombros. Não se deve levantar o ombro ou braço.

Incline a orelha direita em direção ao ombro direito e aguarde uns 5 segundos. Volte para a posição original, aguarde alguns segundos e depois faça a mesma flexão para o lado esquerdo.

Alongamento com elevação de ombro

Alongamento com elevação de ombro

Mantendo a mesma posição – coluna ereta em uma cadeira – procure elevar ambos os ombros para cima, indo em direção às orelhas. Faça isso o máximo que conseguir.

Depois, volte à posição inicial e procure abaixar os ombros também o máximo que conseguir.

Alongamento com o trapézio superior

Alongamento com o trapézio superior

Sentado(a), segure a borda da cadeira com a mão direita. Tanto com ou sem a ajuda da outra mão, direcione o seu queixo em direção ao peito, inclinando também a cabeça em direção ao ombro, virando para a direita, em direção ao teto, olhando para cima.

A mão esquerda pode dar mais pressão no alongamento. O exercício deve durar entre 30 a 60 segundos cada lado.

Não esquecendo que os alongamentos para cervical não podem ser realizados por pessoas que sofreram fraturas, desgastes ou entorses recentes, assim como infecções ou inflamações nas articulações.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply